Visitantes são flagradas tentando adentrar com drogas na Unidade Prisional de Planaltina

Com as duas mulheres foram encontrados 350 gramas de substância análoga à maconha

330

Servidores da Unidade Prisional (UP) Planaltina evitaram a entrada de duas visitantes sob posse de entorpecentes no presídio, na manhã desta segunda-feira, 18/11. Cerca de 350 gramas de substância análoga à maconha estavam escondidos nas partes íntimas de duas jovens, uma de 19 e outra de 20 anos, que estavam no local para visitar seus companheiros, que cumprem pena com base no artigo 33 da lei 11.343/2006 – Lei de Tóxicos; e artigo 157 do Código Penal Brasileiro (CPB), respectivamente.

De acordo com o diretor da UP, Cleiton Duarte, os flagrantes ocorreram no momento em que os servidores realizavam procedimentos de revista pessoal. “As duas mulheres demonstraram alto nervosismo, o que levantou maiores suspeitas”, afirma. Após a confirmação, a droga encontrada, que estava nas partes íntimas das visitantes, foi colocada à disposição das autoridades competentes para os devidos fins.

Diante dos fatos, as mulheres foram conduzidas à unidade de saúde para a confecção do laudo médico e, em seguida, direcionadas à delegacia do município para as providencias necessárias.

A direção da unidade, que pertencente à 8ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), abriu procedimentos administrativos internos para apuração dos fatos e, após averiguações, serão aplicadas aos possíveis destinatários dos ilícitos as sanções disciplinares cabíveis, em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

O rigor nos procedimentos realizados pelos servidores o qual possibilitou as interceptações compõe o conjunto de medidas estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a DGAP com o objetivo de aumentar a segurança em ambientes carcerários goianos.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726