Visitantes são flagradas com ilícitos na Unidade Prisional de Senador Canedo

105

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Senador Canedo evitaram a entrada de sete celulares, um fone de ouvido e um cabo USB, no presídio, nesta sexta-feira, 29/11. Os objetos foram interceptados no momento em que os servidores plantonistas realizavam procedimento de revista pessoal nas pessoas que estavam no local em dia de visita de familiares aos detentos.

De acordo com a diretora da UP, Alline Scaglia, ao realizar os procedimentos com o auxílio de detectores de metais em três mulheres, os aparelhos de forma contínua emitiram sinais sonoros, identificando a presença de ilícitos.

Mediante a situação, ao serem questionadas, elas espontaneamente, fizeram a retirada dos eletrônicos. A direção da UP encaminhou os materiais para as autoridades polícias competentes para os devidos fins.  Diante dos fatos, a direção, de imediato, conduziu as jovens à Delegacia de Polícia da cidade para as devidas providências.

O rigor aplicado de forma cautelosa nos procedimentos realizados pelos servidores da unidade, pertencente à 1ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), integra diretrizes instituídas pelo Governo do Estado para a segurança em unidades prisionais goianas.

Procedimentos administrativos internos foram abertos para apuração dos fatos e, após averiguações, serão aplicadas aos receptores dos ilícitos as sanções disciplinares cabíveis em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).  As jovens de 21 e 27 anos estavam no local para visitar respectivamente o irmão e companheiro, que cumprem pena no presídio por roubo, homicídio e receptação.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726