UP de Quirinópolis inaugura salas de aula com capacidade para 90 detentos

Os espaços de estudo foram construídos com utilização de mão-de-obra carcerária e contou com doações do Judiciário e do Conselho da Comunidade em Execução Penal locais

145

 

A Unidade Prisional (UP) de Quirinópolis, pertencente à 6ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), inaugurou duas salas de aula dentro do presídio, nesta segunda-feira, 23/09. O local irá atender 90 detentos que irão estudar pelo sistema de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

De acordo com o Coordenador Regional, Adriano Pereira, a construção ocorreu com o auxilio de mão-de-obra de 20 detentos do presídio, além das doações do Judiciário e Conselho da Comunidade em Execução Penal. “A unidade forneceu a mão-de-obra para construção do local e o Judiciário e o Conselho colaboraram com doações dos móveis, os quais proporcionaram um melhor ambiente para o aprendizado”, afirma.

A nova estrutura visa oferecer os ensinos médio e fundamental aos detentos que cumprem pena no regime fechado, sendo em horários alternados, além de palestras sócio-educativas. “Dentre as verbas utilizadas para a construção das salas de aula, parte é oriunda da plantação produzida na unidade prisional do semiaberto da região, cultivada por detentos”, ressalta Pereira.

As aulas serão ministradas, a partir do ano que vem, conforme o calendário do ano letivo da educação formal do município, contando com três professores especializados que serão os responsáveis pelo ensino no presídio. Na aula inaugural está prevista uma palestra com o tema “Cálculo da pena”, a ser ministrada pelo Judiciário.

Segundo Pereira, todos os detentos que participaram na construção das salas de aulas foram beneficiados com a remição da pena em conformidade com a Lei de Execução Penal.
A nova estrutura reflete determinações do Governo de Goiás para a execução de iniciativas de ressocialização para a população carcerária no Estado. “As salas de aulas vão permitir a aplicação das diretrizes instituídas pelo governador Ronaldo Caiado e secretário de Segurança Pública, Doutor Rodney, as quais denotam a aplicação da lei no que tange a ressocialização de presos e o controle da ordem e disciplina no ambiente carcerário”, afirma Wellington Urzeda, Diretor-Geral da DGAP.

Na UP de Quirinópolis, a direção também executa um programa de remição por tempo de leitura para os detentos interessados.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776