Servidores penitenciários serão convocados para participar do Curso de Registro de Atendimento Integrado (RAI), no final de maio

Curso será aplicado em todas as nove regionais, conforme a prioridade de serviços na área dos Registros de Ocorrência

139

IMG_7658.JPG

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), por meio da portaria nº 251/2022, autorizou a realização do curso de Registro de Atendimento Integrado (RAI), destinado à instrução de servidores penitenciários que trabalham diretamente na área dos Registros de Ocorrência das unidades prisionais. O curso será feito de maneira presencial em cada regional, com duração de oito horas/aula. As instruções da primeira turma têm início no final do mês de maio; as aulas das turmas posteriores têm continuidade nos meses seguintes.

Profissionais das nove regionais da Polícia Penal serão contemplados com a capacitação. O cronograma, contudo, não seguirá a ordem sequencial das coordenações regionais, mas sim conforme a demanda pela capacitação de servidores em cada local. Os participantes do curso serão distribuídos em 19 turmas; aproximadamente 25 alunos por turma.

Os alunos do curso, além de atuarem na função de Registros de Ocorrência, devem ser indicados pelos diretores ou gerentes das respectivas unidades prisionais. Podem participar do curso tanto servidores efetivos quanto temporários.

O conteúdo programático inclui as seguintes disciplinas: Normativa e finalidade do RAI; Etapas de registro no RAI; Consulta de ocorrências no RAI; Principais naturezas utilizadas pela Polícia Penal; Prática do RAI e Apresentação de dados estratificados no Qliksense (ferramenta de visualização de informações e dados).

Exemplo

A realização do curso demonstra que a Polícia Penal goiana trabalha conforme as diretrizes do Governo de Goiás. Na edição de março deste ano, no Diário Oficial do Estado, o então secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, estabeleceu ações para a padronização de relatórios e contabilização de crimes, que poderiam ser feitas a partir do correto preenchimento do RAI. Uma das ações incluía a determinação para que as forças de segurança do Estado promovessem cursos e instruções aos profissionais que trabalham com o registro das ocorrências.

Formações e cursos anteriores

Neste ano, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), por meio da Escola Superior de Polícia Penal (ESPP), promoveu três cerimônias de formatura dos aprovados no concurso de 2019, das turmas 8, 9 e 10, nas quais participaram 143 formandos. Houve o 6º curso de formação de vigilante penitenciário temporário, com 122 formandos. Durante o semestre aconteceu a formatura do 2º Curso Tático de Ações e Escolta (CTAE), com 42 formandos. Outra capacitação foi a primeira edição do curso de redação oficial, com 49 participantes. A Polícia Penal também realizou dois eventos; o mais recente foi o 1º Fórum da Polícia Penal e, no início do ano, o 1º Sarau da instituição.

Polícia Penal GO
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial