Servidores interceptam a entrada de celulares deixados em Cobal

Os itens estavam escondidos em um fundo falso de uma vasilha que continha arroz

238

 

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Caldas Novas evitaram a entrada de dois celulares no presídio, na tarde desta quinta-feira, 13/02. Os itens estavam escondidos em um fundo falso de uma vasilha que continha arroz deixado por uma mulher de 32 anos.

De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a interceptação ocorreu no instante em que os agentes plantonistas realizavam procedimento de revista nos itens deixados na Cobal-Dia em que familiares e amigos entregam produtos de higiene e mantimentos que são repassados aos detentos do local.

Momento em que verificaram nos pertences deixados para ser entregue ao esposo da jovem que cumpre pena na UPR com base no artigo 121 do Código Penal Brasileiro.

Diante da situação, a direção abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato, após averiguações serão aplicadas ao destinatário dos eletrônicos as sanções disciplinares cabíveis em lei.

A eficiente ação dos servidores vai ao encontro as diretrizes estabelecidas pelo Governo de Estado em consonância com a DGAP para controle da ordem dentro das unidades prisionais goianas.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726