Servidores frustram tentativa de fuga de detento da Unidade Prisional Regional de Ipameri

A direção do estabelecimento penal já solicitou os reparos na estrutura danificada pelo custodiado, que fez um buraco na parede de uma das celas do local. Procedimento administrativo foi aberto para aplicação da sanção disciplinar ao preso

86

 

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Ipameri frustraram fuga de um dos detentos do local, nesta quinta-feira, 21/05. O custodiado, que confessou a autoria do dano à estrutura da cela para foragir, cumpre pena no presídio com base no artigo 157 (roubo) do Código Penal Brasileiro (CPB) e estava em cela separada, cumprindo sanção disciplinar por ameaça a servidor da UPR.

De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os plantonistas ouviram um barulho suspeito em direção à referida cela onde o preso se encontrava. Ao chegarem no local, constataram que, na grade do pátio do banho de sol do local, faltava um pedaço de chapa de ferro. Ao adentrarem, foi constatado um buraco na parede, medindo 20 cm de largura por 60 cm de altura e 20 cm de profundidade.

Ainda segundo 4ª Coordenação Regional Prisional da instituição, ao ser questionado sobre a perfuração, o preso assumiu que estava perfurando a parede com a chapa de ferro para empreender fuga. O custodiado foi transferido para outra cela e os reparos estão sendo realizados.

A direção da UPR abriu procedimento administrativo em desfavor do preso, para apuração do fato e aplicação de nova sanção disciplinar, em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP). A ocorrência será repassada à Polícia Civil para providências cabíveis.

A eficiência na frustração da fuga por parte dos servidores do estabelecimento penal vai ao encontro das políticas de segurança penitenciária da DGAP, pautadas em diretrizes do Governo de Goiás e da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Fotos: DGAP

 

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial