Servidores frustram a entrada de eletrônicos na Unidade Prisional de Buriti Alegre

Quatro celulares, três fones de ouvidos e dois cabos USB estavam escondidos em um televisor

704

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Buriti Alegre evitaram a entrada de quatro celulares, três fones de ouvidos e dois cabos USB no presídio, na manhã desta quinta-feira, 21/11. Os ilícitos estavam escondidos em um televisor que seria entregue para um dos detentos do local, sob custódia com base no artigo 33 da Lei 11.343/2006 – Lei de Tóxicos.

De acordo com a diretora interina da UP, Renata Borges, o homem de 21 anos chegou ao local para deixar o televisor; momento em que os agentes plantonistas identificaram os ilícitos durante o procedimento de revista no aparelho.

Ao visualizarem os objetos, de imediato, foi dado prosseguimento aos procedimentos operacionais, sendo o jovem encaminhado a uma unidade de saúde para a confecção do laudo médico e, em seguida, à Delegacia da Polícia Civil para as devidas providências.

A direção da Unidade Prisional de Buriti Alegre, a qual integra a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato ocorrido e, após averiguações, aplicação das devidas sanções disciplinares aos possíveis destinatários dos ilícitos.

A interceptação é resultado do rigor posto determinado por diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado à DGAP para garantir o aumento da segurança em ambientes prisionais goianos.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726