Servidores evitam fuga de detentos na CPP de Luziânia

Custodiados,que respondem por tráfico de entorpecentes e roubo, estão entre os detentos que tentariam evadir do local

284

 


Servidores da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Luziânia, unidade pertencente à 3ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), evitaram uma possível fuga nesta quinta-feira, 07/11, com a descoberta de uma grade cerrada, durante o banho de sol da população carcerária local.

De acordo com o coordenador regional, Josimar Pires, os servidores suspeitaram da movimentação dos custodiados. Instante em que foram informados que um dos presos colocou um lençol na câmera de segurança com a intenção de burlar o sistema.

Mediante situação, de imediato, os agentes fizeram a contenção dos detentos evitando a possível evasão. “Com o ocorrido, agentes prisionais do Grupo de Intervenção Tática (GIT) deslocaram para o local para reforçar a segurança e manter a ordem e a disciplina no presídio”, ressalta o coordenador.

A direção da CPP abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato e, após averiguações, serão aplicadas, aos responsáveis pelo ato, as devidas sanções disciplinares, em conformidade com a Lei de Execução Penal. Os objetos utilizados para cerrar as grades estão à disposição das autoridades competentes para os fins devidos.  A frustração de fuga é reflexo do rigor na segurança penitenciária pelo Governo de Goiás.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726