Servidores evitam a entrada de sete celulares e acessórios na Unidade Prisional de Pires do Rio

Durante realização de procedimento operacional foram encontrados sete celulares, um fone de ouvido, dois carregadores, nove chips de operadoras, um cartão de memória e porções de entorpecentes

425

Servidores da Unidade Prisional de Pires do Rio interceptaram na manhã desta quarta-feira, 23/10, a entrada de sete celulares, um fone de ouvido, dois carregadores, nove chips de operadoras, um cartão de memória e 40 gramas de substância análoga à maconha no presídio. O pacote com os ilícitos estava escondido em um tubo de vazão d’água que dá acesso ao muro dos fundos do local.

De acordo com o diretor da UP, Edir Gonçalves, a interceptação ocorreu no momento em que os agentes realizavam procedimento de revista estrutural na área externa do presídio. “Ao avistarmos o embrulho composto por preservativos e plástico filme já o apreendemos antes que chegasse ao seu destino final”, afirma.

Todos os objetos apreendidos estão à disposição das forças policiais para os devidos fins.

A direção da UP abriu procedimentos administrativos internos e, após averiguações, serão aplicadas as devidas sanções disciplinares aos possíveis destinatários. O suspeito que deixou os objetos evadiu-se do local.
A interceptação realizada na UP pertencente à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) é resultado da aplicação das medidas estabelecidas pelo Governo do Estado para o aumento da segurança em ambientes prisionais goiano.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776