Servidores evitam a entrada de materiais ilícitos na Unidade Prisional de Nova Crixás

Um celular, um carregador, uma serra, cola e porções de drogas foram arremessados em direção ao pátio do banho de sol, nesta quinta-feira; caso foi repassado à Polícia Civil

819

 

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Nova Crixás interceptaram a entrada, no presídio, de um celular, um chip de operadora, um carregador para aparelho de telefonia móvel, uma serra metálica, cola branca, um tubo de tinta, um objeto perfurocortante e porções de substâncias análogas à cocaína e à maconha, nesta quinta-feira, 20/11. Os objetos foram arremessados por cima do muro do local em direção ao pátio do banho de sol dos detentos.

Os plantonistas identificaram o arremesso durante procedimento de ronda, após término do período de visitas. O pacote arremessado foi interceptado ainda na cerca de segurança que cobre todo o local.

De imediato, os servidores que evitaram que os ilícitos chegassem à destinação final e informaram à direção da UP para as providências cabíveis. Todos os materiais foram encaminhados à Delegacia da Polícia Civil para os devidos fins.

A interceptação realizada no presídio, que integra à 2ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), é resultado da aplicação de um conjunto de diretrizes instituídas pelo Governo do Estado em consonância com a DGAP, visando melhorias em ambientes prisionais goianos.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726