Servidores evitam a entrada de equipamentos ilícitos e drogas na UP de Catalão

Cinco carregadores, cinco cabos USB, seis fones de ouvido, quatro chips de operadora, 13 celulares, uma porção de substância análoga à maconha e papeis de seda foram arremessados por cima por cima do muro para dentro do presídio

511

 

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Catalão evitaram a entrada de cinco carregadores, cinco cabos USB, seis fones de ouvido, quatro chips de operadora, 13 celulares, uma porção de substância análoga à maconha e papeis de seda, que foram arremessados, em cinco pacotes, por cima por cima do muro para dentro do presídio, na tarde desta sexta-feira, 27/12. O suspeito de ter realizado o arremesso conseguiu fugir sem ser identificado.

De acordo com a coordenação regional, a interceptação ocorreu após um agente plantonista avistar um indivíduo com atitudes suspeitas próximo ao muro da unidade; instante em que avistou o arremesso dos pacotes com os objetos apreendidos.

De imediato, foi realizada a contenção dos ilícitos antes que chegassem à destinação final. Os objetos estão à disposição das autoridades competentes para os devidos fins.

A direção da UP, pertencente à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato e após averiguações serão aplicadas aos destinatários dos materiais as devidas sanções disciplinares em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

A interceptação é resultado da aplicação de um conjunto de diretrizes do Governo do Estado em consonância com a DGAP para garantir o aumento da segurança nas unidades prisionais goianas.

FOTOS: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726