Servidores evitam a entrada de drogas escondidas em colchão na UP de Hidrolândia

Os entorpecentes estão à disposição das autoridades competentes para as devidas providências

130

 

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Hidrolândia, pertencente à 1ª Regional Prisional Metropolitana da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), evitaram a entrada de 250 gramas de maconha, cocaína e crack, no presídio, nesta terça-feira, 14/05. Os entorpecentes estavam escondidos em um colchão que foi deixado no presídio por um familiar de um reeducando do local.

Na ocasião, agentes plantonistas iniciaram procedimentos de revistas e encontraram as drogas. De imediato, os servidores conduziram o homem que deixou o material à delegacia da cidade, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

As rigorosas revistas realizadas pelos servidores da unidade demonstram o cumprimento das medidas estabelecidas por diretrizes instituídas pelo governador Ronaldo Caiado em consonância com as políticas da Secretaria de Segurança Pública e da DGAP. “O rigor demonstrado nos procedimentos operacionais resultam na valorização dos agentes e na melhoria do ambiente carcerário”, ressalta o diretor-geral da DGAP, Wellington Urzêda.

A direção da unidade vai apurar internamente o fato ocorrido para aplicação das devidas sanções, com base na Lei de Execução Penal. Os ilícitos estão à disposição das autoridades competentes para as devidas providências.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776