Servidores evitam a entrada de droga na UP de Buriti Alegre

O entorpecente estava escondido em um fundo falso de um pote de margarina que seria entregue a um detento que cumpre pena no local com base na lei 11.343/2006

419

Servidores da Unidade Prisional de Buriti Alegre evitaram a entrada de 25 gramas de substância análoga à maconha no presídio, nesta segunda-feira, 25/11. O entorpecente estava escondido em um fundo falso de um pote de margarina deixado por um homem de 18 anos.

De acordo com a direção do presídio, pertencente à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a interceptação ocorreu no momento em que agentes plantonistas realizavam o procedimento de revista nos mantimentos deixados na cobal- dia em que familiares e amigos entregam alimentos e produtos de higiene aos custodiados da unidade.  De acordo com a diretora interina, Renata Borges, o jovem que deixou o mantimento é primo de um dos detentos do local, o qual cumpre pena com base na lei 11.343/2006.

De imediato, a direção da UP conduziu o homem à Delegacia do município para as providências cabíveis. Procedimentos administrativos internos foram abertos e, após averiguações, serão aplicadas ao possível destinatário do ilícito as devidas sanções disciplinares em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

O rigor nos procedimentos realizados pelos servidores da UP integra o conjunto de diretrizes instituídas pelo Governo do Estado em consonância com a DGAP para garantir o aumento na segurança penitenciária.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)3201-4726