Servidores evitam a entrada de diversos arremessos de pacotes com ilícitos na UPR de Caldas Novas

12 celulares, dois fones de ouvido, dois carregadores, um par de brincos e cerca de 65 gramas de substância análoga a maconha foram arremessados por cima do muro do presídio

50

 


Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Caldas Novas interceptaram arremessos de pacotes com 12 celulares, dois fones de ouvido, dois carregadores, um par de brincos e cerca de 65 gramas de substância análoga à maconha, no presídio. Os suspeitos de terem realizado os lançamentos por cima do muro do presídio nao foram identificados.

De acordo com a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), na madrugada desta segunda-feira, 23/03, durante o procedimento de ronda noturna, foi visualizado um dos arremessos com oito celulares, um par de brincos, dois fones de ouvidos e dois carregadores. Os objetos foram interceptados antes que os mesmos chegassem a destinação final.

Segunda interceptação

Na tarde do último domingo, 22/03, o Grupo de Intervenção Tática da regional prestava apoio aos agentes plantonistas da UPR quando os mesmos ouviram um barulho estranho na direção de uma das alas do presídio, instante em que de forma rápida realizaram a contenção do lançamento de um embrulho com quatro celulares e aproximadamente 65 gramas de substância análoga à maconha.

Em ambos os casos, foram abertos procedimentos administrativos internos para apuração do ocorrido e aplicação das sanções disciplinares aos destinatários dos ilícitos em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

As eficientes ações dos servidores ressaltam as aplicações das diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado para garantir o aumento da segurança nas unidades prisionais goianas.

Fotos:DGAP
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial