Servidores evitam a entrada de celulares e acessórios para os eletrônicos na UPR de Goianésia

O fato ocorreu na manhã deste domingo. O arremesso foi flagrado por servidores que faziam o procedimento de ronda na unidade

86

 

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Goianésia evitaram a entrada de oito celulares, dois carregadores e um fone de ouvido no presídio, na manhã deste domingo, 22/03. Os suspeitos de terem arremessados os objetos por cima do muro da UPR conseguiram fugir sem ser identificados.

Segundo à 7ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a interceptação ocorreu no instante em que os servidores realizavam procedimento de ronda. De imediato, foi feita a contenção dos materiais de uso proibido dentro de ambientes prisionais antes que estes chagassem à destinação final.

Diante da situação, os objetos foram colocados à disposição das autoridades policiais competentes para os devidos fins. A direção da UPR abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato, após averiguações serão aplicadas aos destinatários dos ilícitos as sanções disciplinares cabíveis em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP).

A eficiente ação dos servidores é resultado da aplicação do rigor estabelecido por meio de diretrizes do Governo do Estado para garantir a segurança nos ambientes carcerários goianos.

Fotos: DGAP
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial