Servidores evitam a entrada de celulares, chips de operadoras e uma lâmina de serra, na UP de Planaltina

Os ilícitos estavam escondidos em um televisor que seria entregue a um dos detentos do local que cumpre pena com base no artigo 33 da Lei 11.343/2006

98

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Planaltina evitaram a entrada de cinco celulares, cinco chips de operadoras e uma lâmina de serra no presídio, nesta quarta-feira, 04/12. Os ilícitos estavam escondidos em um televisor deixados por uma mulher para ser entregue a um dos detentos do local que cumpre pena com base no artigo 33 da Lei 11.343/2006 – Lei de Tóxicos.

De acordo com a direção da UP, que integra à 8ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os objetos foram interceptados após uma minuciosa revista realizada pelos agentes plantonistas, em cumprimento do Procedimento Operacional Padrão.

Mediante a situação, procedimentos administrativos foram abertos para apuração do fato e, após averiguações, serão aplicadas ao possível destinatário dos materiais as sanções disciplinares cabíveis em lei. Os objetos já estão em posse das autoridades competentes para os fins necessários.  A interceptação é resultado da aplicação de medidas estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a DGAP para garantir a segurança em unidades prisionais goianas.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).
(62)3201-4726