Servidores da UP de Catalão evitam a entrada de um celular escondido por visitante

O aparelho estava escondido em uma escova de lavar roupas e seria entregue para um dos detentos que cumpre pena por homicídio

101

 

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Catalão, pertencente à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), evitaram a entrada de um celular no presídio, na manhã desta quinta-feira, 12/09. O aparelho estava escondido em uma escova de lavar roupas que seria entregue pela visitante ao irmão dela, que cumpre pena no local com base no artigo 121 do Código Penal Brasileiro.

De acordo com a Diretora da UP, Fernanda Cristina, a mulher de 26 anos , deixou o material para a realização do procedimento de revista, instante que os agentes plantonistas por meio do detector de metais identificaram o ilícito escondido dentro do objeto.

Segundo o coordenador regional, Leopoldo Coelho, de imediato foi dado prosseguimento ao procedimento padrão. Mediante o ocorrido, a mulher foi conduzida ao hospital para a confecção do laudo médico e, em seguida, encaminhada à Delegacia do município onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

A direção da unidade abriu procedimentos administrativos internos para apuração do fato e após averiguação será aplicadas as devidas sanções penais em conformidade com a Lei de Execução Penal.
A interceptação é resultado das aplicações de uma série de medidas instituídas por meio de diretrizes governamentais estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a Secretaria de Segurança Pública e a DGAP, as quais visam melhorias no sistema prisional goiano e, consequentemente, na segurança pública.

O material encontrado está à disposição das autoridades competentes para os devidos fins.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776