Reeducandos efetivam a produção de abafadores artesanais em Rio Verde

Já foram produzidos mais de dois mil itens que irão auxiliar na prevenção de incêndios em propriedades rurais do município

130

 

Reeducandos da Penitenciária de Rio Verde, pertencente à 6 ª Regional Prisional Sudoeste da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), realizam a produção de mais de dois mil abafadores de incêndio que irão auxiliar na prevenção de incêndio em zonas rurais da região. O projeto é realizado em parceria com o Corpo de Bombeiros, o Poder Judiciário e o Ministério Público.

Por meio da mão-de-obra carcerária, o projeto, que teve início em abril de 2018, tem como objetivo levar segurança à sociedade nas propriedades rurais onde há focos de incêndios. A ação, que também beneficiará 14 reeducandos com a remição da pena por tempo de trabalho em conformidade com o artigo 126 da Lei de Execução Penal.

De acordo com o diretor regional, Vildebal Alves, o projeto tem grande importância para a preservação da natureza local. “Por meio de palestras e de treinamento do Corpo de Bombeiros e com auxílio do material produzido a partir da mão de obra carcerária, podemos evitar a degradação da fauna e da flora regionais”, afirmou.

O projeto da fabricação proporciona o aprendizado de uma nova profissão aos reeducandos, além de oferece experiências e oportunidades para a elaboração de atividades ao termino do cárcere privado. “É importante destacar que, além da prevenção aos incêndios em áreas rurais, o projeto auxilia na ressocialização dos detentos, pois eles aprendem uma profissão que, futuramente, com o próprio labor, vai contribuir para o sustento de suas famílias”, explicou Alves.

O diretor regional agradece o comandante do Corpo de Bombeiros de Rio Verde, tenente-coronel Amilton de Souza, e ao presidente do Sindicato Rural, Alexandre Câmara, pela parceria no projeto e pelo apoio constante da corporação em situações diversas.

As ações realizadas na unidade, que proporcionam ressocializações, compõem a série de medidas estabelecidas pelo governo do Estado que visa proporcionar melhorias no sistema prisional goiano.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776