Na Unidade Prisional de Novo Gama, servidores interceptam a entrada de celulares e acessórios

Objetos estavam alocados na parte interna de um aparelho de televisão, deixado pela tia de um dos detentos, para ser entregue ao familiar custodiado

513

Servidores da Unidade Prisional (UP) de Novo Gama frustraram a entrada de três aparelhos celulares, quatro carregadores, sete chips de operadoras e outros itens ilícitos ao ambiente do cárcere, no presídio, nesta quinta-feira, 21/11. Os objetos estavam escondidos na parte interna de um televisor, deixado pela tia de um dos custodiados do local para ser entregue ao familiar sob custódia.

Segundo a direção da UP, o televisor foi submetido à revista minuciosa nesta tarde, quando servidores identificaram os materiais acoplados.

A direção da unidade abriu procedimento administrativo para apuração do caso e aplicação de sanção disciplinar ao destinatário dos objetos encontrados, em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP). A ocorrência foi repassada à Polícia Civil para investigação e demais providências. A tia do preso teve a visita suspensa na UP por tempo indeterminado.

A Unidade Prisional de Novo Gama integra a 3ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP).

A eficiência empregada na execução do procedimento de revista por parte dos servidores faz parte das políticas penitenciárias da DGAP, às quais são pautadas pelos princípios da Administração Pública, em consonância com as determinações do Governo de Goiás.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726