Mão de obra carcerária é utilizada na produção de uniformes na Unidade Prisional Feminina de Orizona

Os itens fabricados pelas detentas são destinados às custodiadas do presídio feminino de Corumbaíba

66

Na semana passada, a Unidade Prisional Regional Feminina (UPRFEM) de Orizona forneceu 104 kits de uniformes às custodiadas da Unidade Prisional Feminina de Corumbaíba. Os itens foram fabricados por 15 custodiadas de Orizona que, em troca, são beneficiadas com a remição de pena por dia trabalhado, conforme estabelece a Lei de Execução Penal (Lep).

O kit de uniformes é formado por um par de camisetas e outro de bermudas, além de uma calça. Os recursos para a produção foram disponibilizados pelo Conselho da Comunidade de Corumbaíba.

Segundo a diretora da UPREM de Orizona, Alexandra Rezende, a produção dos itens têxteis acontece desde a inauguração do estabelecimento penitenciário, em agosto de 2020. Nesse caso, os produtos foram destinados ao presídio feminino de Corumbaíba, mas Alexandra explicou que os uniformes podem ser fabricados para qualquer unidade prisional que demande os serviços e envie os insumos.

Diretoria Geral de Administração Penitenciária
Comunicação Setorial