Governo de Goiás vacinou dois mil servidores penitenciários

Ao completar um mês de vacinação, DGAP vacinou 45% do seu efetivo

114

O Governo de Goiás, por meio da Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), já imunizou dois mil servidores da Polícia Penal de Goiás com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, segundo levantamento realizado pela Coordenação de Saúde do Servidor da instituição, realizado nesta quinta-feira (29/04). Este número corresponde a 45% do efetivo da instituição.

A vacinação começou no dia 29 do mês passado e vem avançado gradativamente. Somente no último final de semana 50 servidores do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e 71 servidores de Goiânia foram imunizados na sexta-feira (23/04) e no sábado (24/04), respectivamente.

O coordenador da Ouvidoria da DGAP, Jerferson Vieira Barros Filho, foi um dos servidores imunizados no último sábado. Para ele, receber a vacina é uma esperança de que os dias com medo de ficar doente ou contaminar alguém da família estão chegando ao fim. “É o primeiro passo para ter uma vida normal, de abraçar e beijar as pessoas que amamos. Nós vamos vencer este coronavírus. Foi um sentimento de vitória”, comemora.

Para Leonardo de Castro Sant’Ana, responsável pela Seção Agropecuária do Complexo Prisional, a vacinação é o reconhecimento que os servidores esperavam pelo trabalho realizado por eles diariamente, garantindo a segurança da sociedade mesmo durante a pandemia. “Me sinto valorizado e agradecido. Fiquei muito lisonjeado por ter recebido a vacina agora, superou minhas expectativas porque achei que iria demorar mais”.

Durante a lançamento da vacinação, o Diretor-Geral de Administração Penitenciária, Tenente Coronel Franz Rasmussen, disse que a vacinação dá condições mais seguras para os servidores prestarem seus serviços à comunidade. “Em momento algum as forças de segurança pararam diante da pandemia. Nós inclusive estamos ajudando em outras frentes de serviço, como escolta de vacinas”, defendeu.

Os servidores penitenciários que trabalham nas unidades prisionais localizadas no interior de Goiás também estão sendo vacinados e a DGAP continua em contato com as prefeituras dos municípios para viabilizar a vacinação de todos o mais breve possível. Em Goiânia e Aparecida de Goiânia, novas convocações serão realizadas na medida que o Estado for recebendo mais doses.

A inclusão das forças de segurança no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19 foi aprovada pelo Centro de Operações de Emergência de Goiás (COE-GO) e determinada pelo Governo de Goiás por meio da Resolução n° 030/2021, publicada no Diário Oficial no dia 24 de março.

Diretoria Geral de Administração Penitenciária
Comunicação Setorial