Governo de Goiás inaugura 70 vagas ao Programa Módulo de Respeito da Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia

Reintegração Social foi pauta de destaque durante solenidade que ocorreu na manhã desta sexta-feira, no Complexo Prisional

300

 

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), inaugurou, na manhã desta sexta-feira, 07/06, a expansão do galpão do Programa Módulo de Respeito da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia, o qual completa 10 anos de execução na unidade pertencente à 1ª Regional Prisional Metropolitana da instituição neste ano. O Programa, que tem como objetivo a reintegração social de presos, passa agora a contar com mais 70 vagas de trabalhos para custodiados do local.

O novo espaço servirá como local de trabalho e dormitório para os custodiados que ingressarem no Módulo de Respeito. Atualmente, segundo a direção da CPP, são embaladas por dia 35 mil peças de embalagem. Com a expansão, a ação que conta hoje com a mão de obra de 80 custodiados, passará a produzir 50.000 itens diariamente.

O diretor-geral da DGAP,coronel Wellington Urzêda, ressaltou, na ocasião, que a disponibilização das vagas é uma oportunidade para que os presos posam sair do sistema prisional com uma qualificação profissional. “Ganha o Estado e ganha a sociedade com um egresso qualificado. Ganha a empresa parceira e ganha o preso . Ele um dia vai sair daqui e se sentir ainda mais útil à sociedade”, destacou.

Para o superintendente de Reintegração e Cidadania da DGAP, Leoni Caiado, a expansão do programa vai ao encontro do compromisso do governador Ronaldo Caiado para a Execução Penal. “com criação de vagas de trabalho aos presos em um momento de tantas dificuldades no sistema prisional brasileiro, O Estado mostra que está honrando seus compromissos com a DGAP”, ressaltou o superintendente.

O Módulo de Respeito, projeto inspirado em um modelo espanhol, teve início com a disponibilização de apenas 24 vagas. De acordo com o diretor da CPP, Fábio Alex, a ação propõe e garante a reinserção social, oferecendo uma profissão e uma remuneração ao detento, além da remição da pena pelo tempo de trabalho.

Reintegração Social

O programa, realizado em parceria com empresa terceirizada da CIA. Hering, no embalo de peças da marca, oferece oportunidades de trabalho e condições para que os reeducandos mantenham suas famílias, diminuindo assim as chances da prática de novos atos ilícitos.

Em representação ao governador Ronaldo Caiado na solenidade, o assessor especial da Governadoria, Bruno Neto, salientou que a prioridade do Governo de Goiás para a administração Penitenciária é a ressocialização de presos em Goiás, discurso que também fez parte da idealização do sistema prisional apresentada pelo promotor de Justiça Marcelo Celestino. “O trabalho é a única ferramenta que vai garantir para a sociedade essa recuperação dos presos no sistema prisional”, afirmou Celestino.

A proprietária da Embalo Confecções, onde os presos do programa trabalham, ressaltou que o serviço prestado pela população coloca a empresa em primeiro lugar no que tange à produção, em resultados nos relatórios emitidos pelo compliance da Henring. “A nossa empresa é hoje a melhor terceirizada q a Hering do Brasil tem. Nossas metas de produção com a utilização de mão de obra da população carcerária aqui dentro do sistema prisional goiano são todas atingidas”, concluiu.

Para um dos presos que trabalha no Módulo de Respeito da CPP, de 22 anos, que aguarda julgamento pela pratica roubo, o ingresso ao programa possibilitou a mudança de toda sua a rotina de vida. “Essa oportunidade me permitiu resgatar minha identidade, viver bem com a minha família, voltar pra sociedade”, disse.

A iniciativa faz parte da política de Reintegração Social da DGAP e vai ao encontro com medidas estabelecidas por diretrizes instituídas pelo Governo do Estado, em consonância com políticas da Secretaria de Segurança Pública.

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776