Em operação integrada, cerca de 200 detentos são transferidos para a Unidade Prisional Especial de Planaltina de Goiás

Ação contou com quase 400 membros das forças de segurança

226

Cerca de 200 detentos de alta periculosidade que estavam custodiados no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e dos presídios de Anápolis e Formosa foram transferidos nesta terça-feira (10/09), para a Unidade Prisional Especial de Planaltina de Goiás. O local, inaugurado na última semana, conta com os mais modernos equipamentos de segurança. “Trata-se de um passo para o controle pleno do sistema prisional. Nossa meta é evitar ações criminosas cujas ordens possam partir de dentro dos presídios”, afirmou o secretário de Segurança Pública Rodney Miranda.

A transferência foi realizada em operação integrada entre agentes penitenciários da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Superintendência de Polícia Técnico-Científica. A Polícia Rodoviária Federal e membros das forças policiais do Distrito Federal também auxiliaram no trajeto. “Os detentos continuam tendo todos os seus direitos assegurados. No entanto, é preciso destacar que o controle de segurança nesta unidade é ainda mais rígido. O fortalecimento do sistema prisional é uma determinação do governador Ronaldo Caiado e que está sendo cumprida desde o início da atual gestão”, explicou o titular da SSP.

Quase 400 integrantes e 50 veículos – sendo 28 viaturas com detentos -, das forças de segurança participaram da operação. “Tudo foi feito com o máximo de planejamento e profissionalismo. O presídio de Planaltina é um dos mais modernos do País. Além disso, todos os itens de vestuário, alimentação e higiene pessoal serão oferecidos pelo Estado, o que impede que os detentos tenham acesso a objetos externos que possam levá-los a cometer ou coordenar ações criminosas de dentro do presídio”, destacou o diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Wellington Urzêda.

Para o diretor, a transferência, além de permitir um controle mais rígido do sistema penitenciário, a medida refletirá na segurança nas ruas. “Tenho certeza que os indicadores criminais que já estavam em queda vão apresentar números ainda menores nos próximos meses”, arrematou.

Fotos e Imagens: DGAP

Comunicação Setorial
Secretaria de Segurança Pública
(62) 3201-1027
Comunicação Setorial da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62)32017426