Em Caldas Novas, servidores interceptam a entrada de droga na Unidade Prisional Regional

Material foi arremessado sobre os muros do estabelecimento rumo à carceragem; um procedimento administrativo foi aberto para apuração do caso

65

Servidores da Unidade Prisional Regional (UPR) de Caldas Novas frustraram a entrada de 190g de substância entorpecente (aparentemente maconha), no presídio, no final da tarde desta quinta-feira, 20/02. A droga havia sido arremessada sobre os muros do estabelecimento penal por um indivíduo que empreendeu fuga do local.

De acordo com a direção da unidade, os plantonistas, ao verificarem a situação, interceptaram de imediato o pacote com a droga, que foi lançado rumo à carceragem. O material apreendido foi encaminhado à Polícia Civil para as devidas providências.

A direção da UPR de Caldas Novas, que integra a 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), abriu procedimento administrativo para apuração do fato, identificação e aplicação de sanção disciplinar ao destinatário do entorpecente, como determina a Lei de Execução Penal (LEP).

As interceptações de materiais ilícitos ao ambiente do cárcere realizadas pelos servidores penitenciárias vão ao encontro das diretrizes penitenciárias do Governo de Goiás para manutenção da segurança nas unidades prisionais do Estado.

Fotos: DGAP

Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)