Em Anápolis, detentos confeccionam cartões de Natal para familiares

Mais de 140 cartões já foram desenvolvidos até agora. O projeto faz parte das atividades de ressocialização desenvolvidas no presídio

65

A direção da Unidade Prisional Regional (UPR) de Anápolis, em parceria com a escola que funciona dentro do presídio, desenvolve o projeto “Longe dos olhos e perto do coração”, que teve início no mês de novembro. Nele, a população privada de liberdade tem a oportunidade de produzir cartões de Natal com desenhos e frases que depois são entregues aos familiares no momento das visitas.

Os trabalhos artísticos são feitos sob a coordenação de duas profissionais que trabalham na escola, as professoras Viviane Gomides e Denise França. Todos os detentos do estabelecimento prisional receberam a chance de confeccionar os cartões. Até agora, 148 itens foram produzidos.

A primeira etapa para a composição dos cartões aconteceu com o envio de desenhos para as celas, com o objetivo de que os detentos pintassem. Em seguida, os monitores são encarregados de levar as pinturas de volta para escola, onde os desenhos são recortados e colados nos cartões, com a supervisão das professoras e outros servidores do presídio. Depois disso, os itens são enviados de volta às celas para que os detentos escrevam a mensagem e, novamente na escola, os cartões são colocados dentro de envelopes para serem entregues às famílias.

A professora Viviane Gomides analisa o projeto com satisfação. “Nós, educadores, acreditamos que a educação é a receita para o sucesso de uma pessoa”, ela ressalta. “Nos últimos três anos, a escola tem se transformado dentro da unidade prisional. A qualidade do nosso trabalho, o desempenho e a dedicação dos alunos têm trazido resultados positivos”, complementa Viviane.

FOTOS: DGAP 

Diretoria Geral de Administração Penitenciária – DGAP
Comunicação Setorial