Custodiados da UP de Anicuns participam do projeto Revitalizar Vale a Pena

Projeto que é desenvolvido em parceria com a Prefeitura da cidade conta com a participação da mão-de-obra carcerária da UP

197

Custodiados da Unidade Prisional (UP) de Anicuns, pertencente à 5ª Regional Prisional Centro-Oeste da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), participam do projeto Revitalizar Vale a Pena; ação que visa revigorar as praças da cidade. O trabalho, que é realizado em parceria com a Prefeitura municipal, conta com a mão-de-obra de seis reeducandos do regime fechado do presídio, que são supervisionados por servidores penitenciários. A ação resulta no plantio de mudas, limpeza e restauração das calçadas.

De acordo com o diretor da UP, Eduardo Rodrigues, a ação propõe melhorias na cidade, garantindo benefícios à sociedade com mais conforto e lazer. Segundo ele, “estas serão ampliadas e em nos próximos meses será revitalizado também o estádio municipal da cidade”, afirma.

Com os labores dos presos, em 30 dias, já foram concluídas a revitalização completa de duas praças e nos próximos dias serão iniciadas as atividades em mais duas praças locais. Os trabalhos realizados de segunda à sexta-feiras garantem a melhor aplicação da Lei de Execução penal e com base no artigo 126 da lei em vigor. Os detentos, que trabalham, são beneficiados com a remição da pena por tempo de serviço prestado. Ou seja, a cada três dias de trabalho, um a menos no tempo de condenação.

Com o projeto, os custodiados recebem uma cesta básica no final do mês; alimentos que são entregues aos familiares deles como forma de auxilio. “A ação demonstra a importância da reintegração social e principalmente a ressocialização com medidas que garantem os direitos fundamentais básicos”, afirma Eder Coelho, diretor da 5ª regional.

Partindo da proposta principal, os detentos aprendem novas profissões que poderão ser colocadas em prática ao termino do cárcere. “ Com interesse de ampliar a ressocialização a parceria para a realização do projeto será renovada por semestres, onde de seis em seis meses serão fortalecidos os vínculos entre os órgãos e a sociedade”, relembra Rodrigues.

O projeto que está sendo bem aceito pela sociedade demonstra a importância de ações para a recuperação dos detentos e que ao finalizar o cumprimento das penas os reeducandos que tiverem interesse serão contratados pelo prefeito da cidade para continuar a trabalhar na revitalização do município.

As ações realizadas na unidade, voltadas à reintegração social dos presos, vão ao encontro das políticas do Governo do Estado, que visa proporcionar melhorias ao sistema prisional goiano.

Fotos: DGAP
Comunicação Setorial
Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
(62) 3201-4726
(62) 99858-4776