Administração Penitenciária realiza aula inaugural do Curso de Intervenção Tática

Servidores serão capacitados para atuar em situações de crise dentro das unidades prisionais do Estado

179

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) realizou, na manhã desta segunda-feira (20/09), a aula inaugural do II Curso de Intervenção Tática (CIT) da Polícia Penal de Goiás, no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira. A partir de hoje, 57 alunos vão passar por um treinamento de 300 horas que capacitará os servidores para atuar no Grupo de Intervenção Tática (GIT) da instituição.

O diretor geral de Administração penitenciária, tenente-coronel Rasmussen, falou sobre o momento histórico que a Instituição está vivendo. “Este é um momento de evolução da Polícia Penal e vocês fazem parte deste processo. O ensino e aprendizado fazem parte desta evolução operacional tática, que é muito importante para qualquer força de segurança. Por isso, quero dizer aos 57 voluntários deste CIT que suor poupa sangue, então vamos dar o melhor de cada um e dedicar. São aulas operacionais de alto risco e os senhores estarão trazendo este conhecimento para atuar nas unidades prisionais”, disse.

O superintendente de Ações e Operações Integradas da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Emmanuel Balduíno, representou o secretário Rodney Miranda e destacou a importância da Polícia Penal de Goiás. “A Polícia Penal está evoluindo e criando um nível de excelência a altura do Governo Federal. Tenham isso no coração e na mente de vocês: não se faz segurança pública sem uma Polícia Penal forte; e isso é responsabilidade dos senhores, então, não desistam. Fiquei impressionado com a motivação de vocês neste primeiro dia de curso. Quero voltar aqui, no encerramento, e ver todos os senhores formando neste Curso de Intervenção Tática”.

O diretor adjunto, Aristoteles Assal, ressaltou a importância do Grupo de Intervenção Tática para segurança penitenciária e para corporação. “Fazer parte do grupo de intervenção é o sonho de qualquer policial penal, esta missão que está sendo dada a vocês vai ser um diferencial na atuação dentro das nossas unidades prisionais. Vocês estão tendo uma oportunidade única”, destacou. “Além de vocês estarem confiantes na sua capacidade de participar de um curso dessa magnitude, muitas pessoas que estão em suas casas também depositam esta expectativa em vocês. Então, quando pensarem em desistir, lembrem do que vocês tiveram que abrir mão para estar aqui”.

Segundo o gerente de Ensino da ESPP, Leyber Alves Soares, a intervenção tática é o último recurso a ser utilizado pela Polícia Penal, mas ele reforçou a importância de preparar os servidores para estas situações. “A Escola Superior de Polícia Penal tem trabalhado arduamente na formação dos nossos servidores, valorizando os procedimentos operacionais padrão para que de forma preventiva possamos jamais perder o controle da população carcerária e evitar chegar nesta última barreira. Mas caso isso aconteça, vocês estarão preparados para intervir taticamente em qualquer unidade prisional do Estado e garantir a nossa última fronteira”, disse.

O diretor-geral aproveitou a aula inaugural para anunciar que outros cursos serão realizados para capacitar os servidores penitenciários do Estado e agradeceu o empenho do coordenador de Ensino Operacional da ESPP, Sergio Izaias, para a realização deste e de outros cursos. “Como vocês sabem estamos tendo cursos de formação de policiais penais, mas também é muito importante essa formação operacional. Parabéns, Sérgio, pela dedicação que você tem desprendido na escola. O senhor que vai ser o coordenador desse curso, que leva sua assinatura. Acredito que encerrando esse, nós teremos outros treinamentos nesse sentido”, ponderou o tenente-coronel Rasmussen.

A solenidade foi prestigiada por representantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Grupo Tático de Ações e Escolta (GTAE), Grupo de Operações Penitenciária Especiais (GOPE), Superintendência de Segurança Penitenciária (Susepe), Gerência de Inteligência e Observatório (GIO), Corpo de Bombeiros e Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer).

fotos : DGAP

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária – DGAP
Comunicação Setorial