Administração Penitenciária e Secretaria Estadual de Saúde definem ações de controle da Covid-19 nos presídios goianos

Restringir os casos da doença é um dos requisitos para que os estabelecimentos penitenciários avancem para o Plano de Contingência

85

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), por meio da Gerência de Assistência Biopsicossocial (Geab), se reuniu com a Secretaria Estadual de Saúde, no último sábado (20/11), para estabelecer ações voltadas ao controle dos casos da Covid-19 no sistema prisional goiano.

Segundo informações da Geab, as Unidades Prisionais Regionais do Estado avançam para o Plano de Contingência de acordo com os resultados emitidos diariamente nos boletins sobre dados da doença nos presídios — tanto de servidores do sistema quanto da população privada de liberdade. Com base na análise realizada pelos profissionais da DGAP e nas características particulares de cada unidade prisional, o monitoramento é feito de forma rigorosa e, dessa maneira, ações mais específicas podem ser tomadas.

A fiscalização relacionada à saúde nos estabelecimentos penitenciários é realizada com frequência pelos integrantes da Geab, não somente para casos de Covid-19, mas também outros tipos de doenças. Os relatórios organizados pela Gerência são fundamentais para a coleta de informações sobre a saúde nos presídios, que contribuem para definir ações a serem tomadas, com a colaboração das Secretarias Municipais de Saúde.

Diretoria Geral de Administração Penitenciária – DGAP
Comunicação Setorial